presos suspeitos de fraudar o seguro-desemprego no Tocantins

Três homens foram presos suspeitos de fraudar o seguro-desemprego em Araguaína, norte doTocantins. Eles foram flagrados pela Polícia Federal ao tentar sacar o benefício em uma agência bancária. A PF informou que um deles já foi preso três vezes pelo mesmo crime.

As prisões foram efetuadas na quinta-feira (2).  Fraudar o seguro-desemprego é crime de estelionato majorado, com pena de um a cinco anos de prisão. Este tipo de fraude que a Polícia Federal vem tentando combater tem gerado um prejuízo, a cada ano, de cerca de R$ 20 milhões aos cofres públicos.

Para praticar o crime, os golpistas criam uma empresa falsa, recrutam trabalhadores falsos e com uma chave de acesso ao sistema da Caixa Econômica Federal, conseguem sacar as parcelas do seguro-desemprego.

“Geralmente estas pessoas são ou foram contadoras, criam uma empresa fictícia através de um laranja. Criada esta empresa fictícia, eles arrumam laranjas também fictícios, que são os empregados desta empresa”, explica o gerente do Sine Araguaína, José Aldo Silva.

Ele afirma ainda que os trabalhadores são cadastrados e têm as carteiras assinadas, numa condição de que, se o crime for concluído..seguro_desemprego

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s