O grupo de comércio varejista on-line Alibaba assumirá o controle da rede chinesa de grandes lojas físicas Intime, em uma operação de privatização de 2,6 bilhões de dólares, informou nesta terça-feira a companhia. O Alibaba e o fundador de Intime, Shen Guojun, pagarão 10 dólares de Hong Kong por ação para comprar os papéis que…

Uma campanha de presente para o Papa Francisco .

O Papa Francisco recebeu sexta-feira (17), em audiência privada no Vaticano com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, o balígrafo. O ícone do processo de assinatura do acordo de paz entre o Governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), criado pela McCann Colômbia para o Ministério da Educação, é uma cápsula de…

 

Novas eleições podem acontecer em duas cidades do TO; veja o motivo Prefeitos tiveram registros indeferidos e não foram diplomados pelo TRE. Presidentes de câmaras municipais devem assumir em Itacajá e Taguatinga.

Dois prefeitos eleitos do Tocantins não foram diplomados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e quem deve assumir são os presidentes das câmaras de vereadores. Isso acontece em Itacajá e Taguatinga, porque os candidatos tiveram os registros de candidatura indeferidos pela Justiça Eleitoral. Novas eleições podem ser convocadas nos dois municípios.

Em Itacajá, Manoel Pinheiro dos Santos (PSDB) teve o maior número de votos, mas teve o registro indeferido porque teve as contas de governo rejeitadas pela Câmara do Município quando foi prefeito da cidade, entre 2009 e 2012. Ele já recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas uma decisão monocrática manteve a condenação. O candidato ainda pode recorrer ao pleno.

“O que eu acho estranho é que o ministro Gilmar Mendes fala que déficit financeiro e orçamentário não tira a elegibilidade, mas não é o que o TSE está aplicando. Em 2014, o Tribunal de Contas aprovou as contas da prefeitura com um déficit ainda maior. Já recorri da decisão para o pleno e vamos aguardar”, disse o prefeito.

Taguatinga
Na cidade de Taguatinga, a situação é semelhante: Paulo Roberto Ribeiro (PSD) teve a maioria dos votos válidos, porém, também não teve o registro deferido pela Justiça Eleitoral porque teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União.

Ribeiro também já recorreu da decisão ao TSE, mas ainda não houve decisão do tribunal. O G1 ainda tenta contato com o prefeito eleito.

Se até o dia 1º de janeiro a situação ainda não tiver sido definida, quem assume o cargo de prefeito é o presidente da câmara municipal das respectivas cidades. Caso o TSE mantenha os registros indeferidos, o TRE providenciará a realização de novas eleições nos dois municípios.78cd5a3f-8490-4cd2-8c91-eb1f0eaf8055

Governo condecora colombianos que resgataram vítimas da Chapecoense Em cerimônia no Palácio do Planalto, 11 colombianos receberam ordens do mérito da Defesa e de Rio Branco; ao todo, 71 pessoas morreram em acidente.

Na cerimônia, no Palácio do Planalto, alguns dos cidadãos colombianos receberam a Ordem do Mérito da Defesa e outros, a Ordem de Rio Branco. O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, também foi homenageado.

O Ministério das Relações Exteriores também homenageou a cidade de Medellín com a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, a mais alta condecoração brasileira atribuída a estrangeiros.

Relembre as homenagens às vítimas do acidente aéreo

Estavam presentes ao ato no Planalto o presidente da República, Michel Temer, e os ministros Raul Jungmann (Defesa) e José Serra (Relações Exteriores), além do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo.

Em um pronunciamento, Temer disse que o acidente uniu o Brasil que recebeu “as mãos” do mundo”, “de braços e corações abertos”.

“Nós todos nos unimos na dor da perda. De norte a sul nos unimos ao sobreviventes e às famílias das vítimas. Governo e indivíduos de todas as partes encontraram sua forma de trazer ao Brasil e Chapecó suas expressões de afeto. Nunca as palavras bastarão para agradecer a todos”, disse.

O presidente ainda elogiou o Atlético Nacional por abrir mão do título da Sul-Americana e entregá-lo à Chapecoense.

Justiça aceita denúncia contra Lula e filho na Zelotes.

A Justiça Federal decidiu nesta sexta-feira aceitar denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o filho dele, Luiz Cláudio Lula da Silva, pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa no âmbito da Operação Zelotes, da Polícia Federal. A decisão foi…

 

Pleno do TJ derruba lei que concede alinhamento salarial à Polícia Civil Decisão foi unânime e desobriga governo estadual a pagar reajuste que chegaria a 106% com impacto financeiro de R$ 100 milhões em 2017.

Em decisão unânime, o Pleno do Tribunal de Justiça concedeu na tarde desta quinta-efeira, 15, liminar à Ação Direta de Inconstitucionalidade impetrado pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) em 2015 e suspendeu os efeitos da Lei 2.851 que regula o alinhamento salarial da Polícia Civil. A medida derruba decisão de juízo de primeiro grau que determinou o pagamento.

Com esta decisão, que seguiu entendimento da desembargadora Angela Prudente, o governo estadual está desobrigado o conceder o reajuste pleiteado pela categoria. A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira, 15, durante sessão do Pleno.

Em nota divulgada no período da manhã, Secretaria de Comunicação do Estado (Secom) informou que o reajuste de 106% aos policiais civis causaria um impacto anual de aproximadamente 100 milhões de reais só no ano de 2017, e que uma vez implementada por determinação da Justiça, geraria um passivo a ser pago aos servidores de mais de 87 milhões.
allisson

Sobrevivente da Chapecoense, Alan Ruschel é 1º a deixar hospital em SC Jogador recebeu alta nesta sexta-feira (16) de hospital de Chapecó. Zagueiro Neto, goleiro Follmann e o jornalista Henzel seguem internados.

O lateral Alan Ruschel recebeu alta na tarde desta sexta-feira (16) em Chapecó. Ele é o primeiro dos quatro sobreviventes brasileiros a ter alta, 17 dias após o acidente aéreo com o avião da Chapecoense, que deixou 71 mortos e seis feridos.

Eram 16h20 quando Alan saiu de cadeiras de rodas. Ele se levantou para entrar no carro. Ele acenou para amigos e fãs e abraçou familiares e amigos, entre eles o jogador Hyoran, da Chapecoense, que não viajou com o time para a Colômbia porque estava machucado.allisson

‘Viúva da Mega-Sena’ é condenada a 20 anos de prisão pela morte do marido

Adriana Ferreira de Almeida respondia por homicídio duplamente qualificado. Ela foi considerada mandante do assassinato do marido, ganhador da Mega-Sena, em 2007.

ex-cabeleireira Adriana Ferreira de Almeida, conhecida como ‘viúva da Mega-Sena’, foi condenada a 20 anos de prisão — inicialmente em regime fechado — pela morte do marido Renné Senna. A sentença foi proferida pelo II Tribunal do Júri de Rio Bonito (RJ), na noite desta quinta-feira (15).

Adriana foi condenada pelo crime de homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e quando não há chance de defesa, e foi considerada mandante do assassinato. O crime aconteceu em janeiro de 2007.

Na sentença, o juiz Pedro Amorim Gotlib Pilderwasser decretou a prisão preventiva da ré, descartando a possibilidade de Adriana recorrer em liberdade, ressaltando que durante as tentativas de intimação para o julgamento, ela não foi localizada.653

Adriana havia sido absolvida em dezembro de 2011, pelo Conselho de Sentença de Rio Bonito. Mas, em abril de 2014, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) julgou recurso do Ministério Público estadual e decidiu submeter Adriana a novo júri.

Os desembargadores da 8ª Câmara Criminal acolheram a tese do MPRJ de que a decisão dos jurados foi manifestamente contrária à prova dos autos.